O papel da inteligência cultural em negociações entre brasileiros e argentinos

Deisiane Maurer da Silva, Laura Visintainer Lerman

Resumo


As organizações que buscam aprimorar suas negociações internacionais e preparam seus gestores para o ambiente de negócios internacionais em crescimento devem focar em oferecer educação na área de inteligência cultural (CQ). Além disso, negociadores com alto nível de CQ facilitam negociações entre diferentes culturas em relação a negociações baseadas em interesses. Logo, o objetivo desse trabalho é compreender o papel da inteligência cultural em negociações entre Brasil e Argentina. Para tanto, realizaram-se entrevistas com especialistas em áreas que envolvem exportação, relações internacionais e negociações internacionais. A observação do papel diferenças culturais e das inteligências culturais é relevante porque, falando de negociações internacionais, cada negociador pertence a uma cultura diferente e tais diferenças podem interferir durante o processo da negociação.

Palavras-chave


Negociação internacional; Argentina; Brasil; inteligência cultural

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.