AVALIAÇÃO ERGONOMICA DO POSTO DE TRABALHO DE UMA AGROINDÚSTRA – ESTUDO DE CASO

Igor Casetta, Alison C. de Souza Borges, Andressa Raminelli M, Higor Guilherme. V. Boas, William Belin

Resumo


Este trabalho teve como objetivo a aplicação da ergonomia utilizando a metodologia AET (Análise Ergonômica do Trabalho), onde foi apresentado os resultados sobre o estudo ergonômico feito em dois postos de trabalho de uma indústria cooperativa agroindustrial, que podem colaborar para o melhoramento e otimização ergonômica, ajudando, assim, na proteção do trabalhador e sua segurança. Ao ser feito uma pesquisa em cada setor da Indústria, o escritório de almoxarifado e a ensacadora apresentaram algumas falhas ergonômicas, como erros de postura e esforços contínuos, os quais podem acarretar problemas futuros aos funcionários e, portanto, podem ser evitados através da análise ergonômica destes ambientes de trabalho. Após identificado os setores e seus problemas, foram aplicadas ferramentas de análise, a fim de auxiliar na análise ergonômica para obtenção de resultados, acerca das posturas, esforços biomecânicos e características do posto de trabalho. Por meio das ferramentas e métodos (OWAS, NIOSH, Diagrama de Partes Dolorosas e Check Lists), os resultados mostraram que há falta de treinamento, supervisão e cobrança em relação a posturas, organização (pois o ambiente de trabalho é inapropriado), inadequação no uso de EPI’s, dentre outros fatores que podem comprometer a saúde e a segurança do trabalhador

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.