BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO NA PRODUÇÃO DE LEVEDURA SECA

Amanda Brito Hain, Isabela de Andrade Arruda Fernandes, Raquel Guttierres Gomes

Resumo


O número crescente e a gravidade das doenças transmitidas por alimentos, em todo o mundo, têm aumentado consideravelmente o interesse do público em relação à segurança alimentar. Para evitar os problemas de saúde por consequência da falta de cuidado com os alimentos criou-se a Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) nº 216/04 que tem como objetivo estabelecer procedimentos de Boas Práticas para serviços de alimentação a fim de garantir as condições higiênico-sanitárias do alimento preparado. De acordo com essa resolução os requisitos para uma unidade de serviço de alimentação compreendem os seguintes aspectos: edificação, instalações, equipamentos, móveis e utensílios, controle de vetores e pragas urbanas, abastecimento de água, manejo de resíduos, higiene e saúde dos manipuladores, matérias-primas, ingredientes e embalagens, preparação do alimento, armazenamento e transporte do alimento preparado, exposição ao consumo do alimento preparado. Assim a proposta do presente trabalho foi estudar os relatos gerados com a aplicação da ferramenta da qualidade de Boas Práticas de Fabricação na produção de leveduras secas.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.