GESTÃO DE RESÍDUOS DE EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS E ELETRÔNICOS - ESTUDO DE CASO EM UMA COOPERATIVA DE RECICLAGEM NO MUNICÍPIO DE MARINGÁ/PR

Mario H. B. M. Callefi, Willyan P. Barbosa, Bruna M. Gerônimo

Resumo


O aumento do consumo de Equipamentos Elétricos e Eletrônicos (EEE) atrelado com a diminuição da vida útil desses produtos, influenciam significativamente para o aumento da quantidade gerada de lixo eletroeletrônico. Nos países desenvolvidos já existem diversas leis que proíbem o uso de diversas substancias tóxicas nos EEE e também instituem a responsabilidade estendida para os fabricantes. No Brasil a lei mais importante referente a gestão de REEE é a Política Nacional de Resíduos Sólidos, a qual institui a obrigatoriedade da logística reversa para os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de EEE. O objetivo do presente estudo é realização da análise da gestão dos REEE no município de Maringá/PR, por meio de um estudo de caso em uma cooperativa de reciclagem de “lixo eletroeletrônico”. Para o levantamento de dados foi desenvolvido um questionário com doze questões referentes as atividades da cooperativa. A observação no local e entrevistas com os integrantes da cooperativa possibilitou que o questionário fosse respondido e consequentemente foi possível identificar aspectos inerentes da gestão de REEE no município de Maringá/PR.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.